Novidades
segmento de manufatura

Terça-feira, 6 de maio de 2014
UM DILEMA SEMPRE ATUAL

O Dia das Mães é uma das datas comemorativas mais importantes do nosso calendário, tanto do ponto de vista comercial, quanto emocional. No entanto, esta é uma data que remete muitas mulheres a uma difícil reflexão: carreira e maternidade, como conciliá-las?

O Dia das Mães é uma das data comemorativas mais importantes do nosso calendário, tanto do ponto de vista comercial, quanto emocional. Além da tradicional troca de presentes, comemorar um dia como este, que celebra a existência de uma das pessoas mais admiráveis de nossas vidas, é algo inesquecível e sempre marcante para o núcleo familiar.

No entanto, esta é uma data que remete muitas mulheres a uma difícil reflexão: carreira e maternidade, como conciliá-las? Após o fenômeno da entrada da mulher no mercado do trabalho, consolidado, principalmente nas duas últimas décadas, muitas optaram por retardar a maternidade para um momento em que já tivessem conquistado uma posição de destaque em suas profissões e a tão sonhada independência financeira.

Segundo levantamento recente do Page Group, algumas posições hoje já são dominadas pela presença feminina. Vagas de média a alta gerência em setores com Saúde, RH e Suplly Chain foram ocupadas de forma significativa por mulheres em 2013. A capacitação acadêmica também passou a ser ambicionada cada vez mais pelas brasileiras. Dados do IBGE, relativos ao total de pessoas com, pelo menos, o nível superior de graduação concluído no Brasil em 2010, demonstram que 58,15% são mulheres e 41,85% são homens.

Com tantas atividades e uma rotina atribulada, muitas, quando atingem a evidência ou o status desejado em suas carreiras, percebem também que o tempo passou e o relógio biológico já não permite a tão sonhada gravidez, daí surgem as frustrações e o sentimento de impotência. Mesmo com a possibilidade de realizar procedimentos médicos, como uma fertilização in vitro, ou uma adoção, o desejo não realizado de gerar uma criança acaba sendo motivo de culpas e de uma sensação de que os esforços ao longo dos anos perderam o valor.

No outro pólo, estão aquelas que engravidam no apogeu profissional. A insegurança, gerada por um mundo corporativo extremamente competitivo, pode abalar a magia deste que é um dos momentos mais bonitos da vida de uma mulher.

É importante que as empresas comecem a trabalhar com mais delicadeza e entendimento sobre o dilema da maternidade. Apoio psicológico, planos de carreira que prevejam o cumprimento da licença maternidade sem sobressaltos e benefícios diferenciados, quando a estrutura da companhia permitir, como um berçário ou uma creche para os pequenos, podem ajudar a mulher moderna a começar a buscar uma realização mais completa, que não priorize apenas o trabalho e, sim, uma felicidade mais plena.

FELIZ DIA DAS MÃES.

Mariana Almeida é Gerente de Recursos Humanos da Mega Sistemas Corporativos, empresa que oferece soluções tecnológicas diferenciadas de gestão empresarial para companhias que atuam nos segmentos de Construção, Logística, Manufatura, Combustíveis, Agronegócios e Serviços. A executiva é formada em Administração de Empresas e pós-graduada em Gestão de Pessoas.


Voltar