Sexta-feira, 3 de outubro de 2014
Obrigado, Neto

Se por um lado a Mega Running Team tem ganhado cada vez mais motivos para comemorar com a chegada de novos atletas, por outro lamenta o afastamento (esperamos que temporário) de um dos nossos veteranos tão queridos...

Já fazia algum tempo que o atleta Thomaz Neto vinha sentindo algumas dores depois das provas que participava. Mas como não era algo assim, tão constante, não acreditou que pudesse ser sério. O problema é que com o tempo aquelas dores foram aumentando, assim como a preocupação do atleta com a sua saúde e bem-estar.

Por isso, depois de disputar a Etapa Shopping Jardim Cidade do Track&Field Run Series, no dia 17 de Agosto, em São Paulo, Neto decidiu procurar um médico para avaliar o que estava acontecendo. E, infelizmente, descobriu que aquelas dores eram decorrência de um quadro bem mais grave do que ele poderia imaginar. O diagnóstico? Uma lesão labral de quadril.

O nome pode até soar estranho, mas mesmo sem saber você já deve ter ouvido muito a respeito. O problema, que altera a articulação e o impacto do fêmur, foi o mesmo que tirou o tenista brasileiro Gustavo Kuerten das quadras. É claro que para um atleta profissional, de alta performance, como o tricampeão de Roland Garros, as consequências de um diagnóstico como este são infinitamente maiores. Mas os impactos que o problema pode gerar são os mesmos para uma pessoa comum.

No caso do Neto, por exemplo, a prática de qualquer esporte está terminantemente proibida. Por quanto tempo? Indeterminado. A princípio, o conselho do médico é de que ele pare de correr. Simples assim. E complexo assim. Afinal, não há notícia pior para alguém que fez do esporte um verdadeiro hábito de vida. Como mencionou em uma entrevista concedida à Revista Melhor Gestão de Pessoas, em Novembro de 2013, correr se tornou uma oportunidade de manter o corpo e a mente saudáveis.

Desde que entrou para a Mega Running Team, há dois anos, Neto emagreceu 15 kg. Além disso, encontrou no esporte uma válvula de escape para o estresse do cotidiano e, consequentemente, uma fonte de energia para encarar os desafios do dia a dia, seja na vida pessoal ou na profissional. Por isso a recomendação de parar, mesmo que temporariamente, é tão difícil de ser aceita. Até porque, tudo o que ele não fez ao longo destes dois anos foi ficar parado.

Para se ter ideia, neste período Neto participou de 30 provas. Foram nada mais, nada menos do que 308 km percorridos, correndo individualmente ou em equipe. A distância se equipara a uma viagem de Itu a Ubatuba, ou, ainda, a uma viagem de Curitiba a Florianópolis. Dá pra imaginar? É muita coisa. Se convertermos isso tudo em horas, então, os resultados surpreendem. Neste ano, ou melhor, nas oito provas das quais ele participou em 2014, foram quase 100 km percorridos em aproximadamente sete horas. Legal, né?

É por reconhecer esta dedicação, que é um verdadeiro exemplo de que o esporte é um importante propulsor de qualidade de vida e saúde, que a Mega Sistemas Corporativos presta esta pequena homenagem a você, Neto. Queremos que todos conheçam o seu amor ao esporte e a sua força de vontade para aumentar a torcida pela sua recuperação. Portanto, receba este carinho e leve a sério este tempo… para que possa voltar, seja a correr ou a praticar qualquer outra atividade que te faça bem, com ainda mais energia!


Voltar