Sexta-feira, 19 de abril de 2013
LOGÍSTICA REVERSA: O NOVO DESAFIO DAS EMPRESAS MODERNAS

A importância de um sistema de ERP eficaz para a gestão e otimização de processos mostra-se a cada dia mais forte perante a crescente necessidade das empresas em atuar com práticas de logística reversa sem perder tempo ou investimentos. Saiba mais!

Uma economia a pleno vapor é sinônimo de produção intensa, maior número de transações comerciais e, sobretudo, transporte, responsável por garantir a entrega do produto ao consumidor final. Em um cenário em que tantos negócios são realizados, com uma velocidade antes não imaginada, também vêm crescendo o volume de lixo gerado em todas as etapas da cadeia produtiva e de materiais que precisam ser mandados de volta à sua origem ou reciclados.

A necessidade dessa logística, chamada de reversa, reside em dois pilares: as regulamentações do governo, que obrigam corporações de diversos setores a se preocuparem com o destino destes materiais, principalmente por questões de segurança, como na indústria química, e a possibilidade de agregar valor ao que seria simplesmente lixo. E o grande desafio enfrentado pelas empresas é solucionar essa demanda sem perder tempo e dinheiro.

Assim como a logística tradicional, a reversa tem como um dos principais aliados os sistemas de ERP. Por ser necessário que o controle das operações seja capaz de resolver complexos problemas de entregas e coletas simultaneamente, levando em conta, dentre outras restrições, a capacidade dos caminhões, os intervalos de tempo e a manutenção da frota, a informatização de todas as fases se torna indispensável.

A Mega Sistemas Corporativos, que oferece soluções tecnológicas diferenciadas de gestão empresarial para companhias que atuam nos segmentos de Construção, Logística, Manufatura, Combustíveis, Agronegócios e Serviços, disponibiliza um recurso customizado para empresas com diversos tipos de operação, como commodities, líquidos/químicos, fracionado/lotação e operador logístico, que pode otimizar também as questões relacionadas à logística reversa.

A solução Mega Logística, além dos módulos gerenciais que calculam o fluxo de caixa, geram folha de pagamento e emitem notas fiscais, possui ferramentas capazes de administrar frotas, roteiros de coleta e entrega por CEP, realizar o monitoramento de veículos com sistema GPS, simular a depreciação para avaliar o desgaste dos caminhões, organizar estoques, além da supervisionar em tempo real todos os indicadores do armazém, dentre outras.

Segundo Jovanir Adriano do Carmo, Gerente Comercial da Unidade Mega Sul, uma das maiores preocupações dos empresários modernos é encontrar um sistema que ofereça soluções integradas que promovam a consolidação de todas as fases do processo de operação logística às rotinas administrativas e gerenciais de suas organizações. “Hoje oferecemos um sistema único, apto para integrar todos os departamentos, sem divergência de informações. Com o Mega Logística é possível identificar as melhores estruturas de transporte, capazes de entregar e recolher esses produtos, mesmo que estejam pulverizados nos grandes centros”, afirma o executivo.

Carmo ainda explica que o usuário pode acompanhar, em tempo real, o desempenho das entregas e coletas, por meio de um painel de monitoramento e, assim, mensurar os resultados mais rapidamente.

No ano passado, a Mega Sistemas faturou 59 milhões de reais, um crescimento de 18% em relação a 2011. E o setor de logística foi o grande destaque. Com uma evolução de 45%, os negócios realizados para o segmento já representam 15% das receitas da empresa. A expectativa é dobrar esse faturamento em 2013.


Voltar