Sexta-feira, 19 de agosto de 2011
Fique ligado!

Você sabia que existem ferramentas práticas e ágeis para consultar o status de NF-e de cada SEFAZ? Acompanhar o twitter @robonfe é uma das maneiras de estar sempre em dia com os alertas de disponibilidade do serviço.

Basta um problema na geração da NF-e para a conclusão mais simples: ‘o Mega está com problema’! Entretanto, muitos problemas identificados pelos usuários como falha no sistema podem não ser realmente originados no Mega, mas sim uma instabilidade da SEFAZ.

O que muitos não sabem é que existem maneiras práticas e rápidas de identificar a origem do problema. O twitter @RoboNFe, por exemplo, é o canal utilizado pela SEFAZ para divulgar alertas de disponibilidade dos serviços de autorização de NF-e do Brasil. De acordo com os testes realizados a cada 5 minutos, automaticamente o microblog dispara um alerta que indica ao usuário o status de NF-e de cada SEFAZ.

Consultas como essa podem evitar uma fila de tarefas que acarreta o atraso no atendimento de demandas que realmente se referem ao sistema Mega. “Normalmente quando o usuário encontra um problema, ele não tem dúvida: cadastra uma tarefa para que o suporte a solucione. Contudo, quando não é um problema no Mega, esse processo leva para a área de atendimento um número bastante elevado de tarefas, ocasionando uma conseqüente demora na resposta de solicitações que estejam de fato atreladas ao Mega”, explica Juliana Wilson, coordenadora de Atendimento Tributos.

Isso não significa que você precise ter uma conta no twitter para acessar as informações! A página do RoboNFe no microblog é liberada para todo e qualquer usuário que esteja simplesmente acessando a web. A dica então é cadastrar o link http://twitter.com/RoboNFe entre seus Favoritos e aproveitar as vantagens que a informação em 140 caracteres e tempo real pode proporcionar para o dia-a-dia de sua empresa. “Essas consultas auxiliam muito os usuários e também a área de suporte em dias de instabilidade na SEFAZ, pois qualificam melhor o número de tarefas cadastradas e diminuem o tempo de retorno para o cliente”, finaliza Juliana.


Voltar