Segunda-feira, 18 de abril de 2016
CONTRA A CRISE, AGRONEGÓCIO GANHA FORÇA COM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Soluções inteligentes ajudam agricultores a aumentar a produtividade e a rentabilidade no campo. Mega Sistemas oferece ferramentas de gestão empresarial para os segmentos de Fruticultura, Grãos, Sucroalcooleiro, Pecuária e Reflorestamento.

Único setor a apresentar um PIB (Produto Interno Bruto) positivo em 2015, o agronegócio segue com a previsão de um bom desempenho para este ano. Ainda assim, os empresários que atuam neste mercado estão cautelosos, principalmente em decorrência da atual recessão econômica.

Pois, apesar das expectativas de crescimento, o setor, sozinho, não terá força para recuperar a estabilidade do país, como bem lembrou o Presidente do Conselho Superior do Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, João Sampaio, em declaração recente à imprensa.

Para garantir, então, a consolidação destas expectativas e converter o que hoje é previsão em resultados, muitos têm buscado alternativas que possam apoiá-los nesta desafiadora jornada em busca de competitividade, melhores resultados e, consequentemente, mais prosperidade no campo

E se até ontem abrir espaço para automações e maquinários de ponta era suficiente para se diferenciar da concorrência (ou driblar as intempestividades do setor), hoje o cenário passa por uma nova transição com a chegada da Tecnologia da Informação ao mercado de agronegócio.


ERP, plante esta ideia!

Soluções inteligentes de gestão empresarial têm proporcionado cada vez mais ganhos aos negócios no campo e, por isso, têm caído no gosto de produtores de frutas, grãos e cana-de-açúcar, por exemplo. O Diretor da Unidade de Agronegócio da Mega Sistemas, Gustavo Almeida, conta que o ERP é um adubo poderoso para o sucesso da colheita.

“Com um bom ERP, é possível aumentar a eficácia e a melhoria dos processos, garantir a assertividade no controle da produção e obter mais agilidade na comercialização”, aponta o executivo. Tudo isso através de infinitas possibilidades, desde o planejamento agrícola da safra até o controle do planejado x realizado, com a obtenção total dos custos por fases.


Administrando hoje para colher amanhã

Afinal, uma colheita farta depende das decisões que são tomadas quanto ao preparo da terra, compra das sementes/mudas, utilização correta de máquinas e mão de obra, além, claro, do plantio na época adequada.

“Sabendo disso, nós, da Mega Sistemas, desenvolvemos uma solução específica para atender as necessidades de controle operacional em todas as atividades agrícolas rentáveis”, enfatiza Gustavo Almeida.

O Mega Agronegócio é uma solução integrada que otimiza recursos, aferindo custos por fazenda, talhão (lote/gleba), cultura ou processo, entre outros, permitindo inclusive o rateio de despesas por centro de custos. Mas ainda não acabou.

Listamos abaixo os principais benefícios do ERP. Confira:

 

  • Mais qualidade e controle aos processos agrícolas, através de documentação, formalização e controle na qualidade dos serviços;
  • Padronização dos indicadores de desempenho da empresa por fazenda, talhão, processo ou serviço;
  • Análise e gestão das atividades rurais voltada à redução dos custos, possibilitando a previsibilidade através de análises históricas.
  • Planejamento e acompanhamento dos custos gerenciais agrícolas e da produção, através de apuração por centro de custo contábil;
  • Redução dos custos com materiais aplicados na produção e redução perdas/desperdício através do planejamento e aplicação de técnicas agrícolas
  • Redução perdas na indústria (packing house) através do processo total de controle de produção e embalagem;
  • Agilidade na tomada de decisão por utilização de uma ferramenta única com tecnologia aplicada no processo, tais como mobilidade, integrações com ferramentas de gestão de indicadores e mobilidade.

 

Quer saber mais?

Entre em contato com a gente!


Voltar