Segunda-feira, 2 de junho de 2014
ATÉ ONDE VOCÊ AGUENTA?

Como lidar com as pressões no trabalho respeitando seus limites? Veja dicas de como equilibrar sua vida profissional e pessoal.

Em um mercado de trabalho cada dia mais exigente e competitivo é muito comum observar cada vez mais pessoas priorizando as atividades profissionais, em detrimento à vida pessoal. Entretanto, é preciso respeitar os limites do corpo e da mente e, sobretudo, reservar um tempo para atividades de lazer e descanso, que também são de extrema importância para quem deseja manter um bom desempenho profissional.

Segundo a Gerente de Recursos Humanos da Mega Sistemas Corporativos, Mariana Almeida, é preciso ficar atento para não deixar que as demandas diárias passem a ocupar o tempo que deveria ser dedicado às atividades fora do trabalho. “Traçar estratégias e ser organizado é imprescindível para que as tarefas sejam cumpridas dentro do horário normal do expediente”, explica.

A dedicação excessiva ao trabalho pode ser considerada sinônimo de problema quando a pessoa passa a depositar toda a sua energia produtiva nas atividades profissionais, de maneira compulsiva, deixando de lado, muitas vezes, cuidados com a própria saúde. “É importante que o profissional dedique um tempo para algo que lhe proporcione algum tipo de prazer. Pode ser uma atividade esportiva, social ou voluntária, qualquer coisa que traga à sua vida algo diferente do que o trabalho lhe proporciona”, ressalta Mariana.

Levar tarefas para casa ou ficar até altas horas no escritório também são hábitos que devem ser evitados, salvo em situações de crise ou urgência. Para fugir das horas extras desnecessárias, Mariana ressalta a importância de criar, todos os dias, uma lista de prioridades, a fim de otimizar o tempo e tornar ainda mais produtivo o dia de trabalho.

A pressão por corresponder às expectativas de clientes e bater as metas muitas vezes acaba destruindo a vida pessoal do colaborador e o seu equilíbrio psicológico. “É preciso ter muita inteligência emocional e resiliência para sobreviver aos desafios do mundo corporativo. Nesse sentido, as empresas também podem ajudar, promovendo atividades que conectem o funcionário aos colegas e ao seu próprio eu”, destaca.

Na Mega Sistemas Corporativos, por exemplo, os colaboradores contam com uma série de iniciativas que têm como objetivo promover a qualidade de vida, além de fomentar o espírito solidário e de equipe.

Para quem gosta de praticar esportes, a empresa mantém o Mega Running Team, onde os funcionários interessados recebem patrocínio da Mega para participar de eventos esportivos, como circuitos de corrida. Todos os anos, também, os colaboradores participam do Dia do Desafio, quando todos são convidados para alguns minutos de atividade física, descontração e integração.

A empresa também se preocupa com o papel social de seus funcionários e, por isso, incentiva campanhas solidárias, que possibilitam o envolvimento das pessoas com a comunidade em que vivem. A Mega também realiza happy hours periódicos, comemorações em aniversários da empresa e final de ano, além ainda de programas como competições de games, kart e sessão pipoca para que os colaboradores possam se conhecer melhor, interagir e comemorar as conquistas do mês de forma descontraída.

“Ver o seu funcionário realizado pessoal e profissionalmente é gratificante para a empresa, por isso, é cada vez mais frequente a implantação de programas desta natureza. Por impactarem positivamente no clima organizacional, está comprovado que adotar iniciativas deste tipo tem o poder de atrair e reter talentos na companhia”, finaliza Mariana.


Voltar