Novidades
segmento de construção

Terça-feira, 23 de junho de 2015
TOP IMOBILIÁRIO 2015

Criado em 1993 pelo Estadão em parceria com a Embraesp, prêmio chega à sua 22ª edição e reconhece empresas que contam com a tecnologia para chegar à excelência organizacional como as maiores da Construção Civil na região Metropolitana de São Paulo.

Com base na pesquisa de lançamentos na região Metropolitana de São Paulo, o jornal O Estado de S. Paulo, em parceria com a Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio), premiou as 10 maiores construtoras, incorporadoras e vendedoras na noite da última terça-feira, 16 de Junho.

Além do número de lançamentos, outros quatro quesitos foram avaliados para determinar as grandes vencedoras do Top Imobiliário 2015: número de blocos, de unidades, área total construída e, claro, o VGV (Valor Geral de Vendas) lançado. Centenas de empresas concorreram ao título de campeã em cada segmento, produzindo e negociando o lançamento de 51 mil imóveis no ano passado.

De acordo com a Embraesp, foram 31,7 mil unidades na capital e 19,2 mil na Grande São Paulo, totalizando um VGV de R$ 28,8 bilhões. E o uso da tecnologia se revelou como uma importante aliada na busca pela excelência organizacional em mais este cenário. Entre as empresas recém-premiadas pelo Estadão, destacam-se aquelas que utilizam o sistema de gestão da Mega Sistemas Corporativos para o setor.

A NS Construtora, que é controlada pelo Grupo Rezek e acaba de fazer sua estreia entre as dez mais no ranking geral das construtoras, considera o uso da tecnologia como um dos seus alicerces. O Diretor Luiz Fernando Ferraz explica que a estratégia da companhia, fundada há 25 anos, foi toda desenhada a partir de uma equação de custo de gestão muito enxuta — bem diferente do que se vê na maioria dos casos da Construção Civil.

Para viabilizar esta filosofia foi preciso montar um planejamento de atuação focado na consistência operacional, onde todos operam como um organismo único, utilizando a mesma linguagem, a mesma base de informações e seguindo a mesma metodologia para todos os projetos. Algo que, na visão do executivo, torna-se viável com o apoio tecnológico.

“Nada disso é possível se você não tem um sistema de gestão. O ERP interliga a companhia de modo a colocá-la para funcionar, garantindo a eficiência de um modelo de operação já estabelecido”, revela. E se o ano passado já foi positivo, com vendas contratadas de R$ 200 milhões, as expectativas para 2015 são ainda mais otimistas: a NS Construtora espera fechar o ano com vendas contratadas de R$ 600 milhões e um VGV na ordem de R$ 1 bilhão.

O reconhecimento pelo ranking do Estadão consolida a companhia como uma das mais importantes no desenvolvimento imobiliário paulista, ao lado de outras gigantes da Construção Civil, como a Eztec, Grupo Esser, Helbor, MBigucci e Yuny, todas clientes da Mega Sistemas Corporativos. “Sem dúvida é uma grande honra compartilhar de mais esta conquista de nossos clientes, merecidamente homenageados por sua contribuição para o desenvolvimento do setor no país”, conclui o Diretor Comercial da Mega, Giovanni Sugamosto.

Quer saber mais sobre a NS Construtora? Acesse http://www.nsconstrutora.com.br/


Voltar