Planejamento anual de negócios: o que levar em consideração?

Planejamento anual de negócios: o que levar em consideração?

Todos os anos o mercado sofre diversas mudanças e estratégias traçadas no passado podem não mais se aplicar à realidade atual. Muitos empreendedores não entendem a necessidade de uma atualização em seus objetivos e metas e acabam por sofrer as consequências desse ato. Você já fez seu planejamento de negócios para o ano que vem?

Bom, se você ainda não o fez ou se começou e está em dúvida sobre o que planejar, não se preocupe! Neste post, vamos orientá-lo sobre quais são os pontos principais que devem ser considerados para a criação de um planejamento para o ano que se aproxima. Tome nota e boa leitura!

O que é planejamento de negócios

O planejamento de negócios é uma ferramenta utilizada como guia para a gestão de uma empresa, tomando por base seus principais objetivos e traçando metas para que esses objetivos sejam alcançados.

Ele é utilizado para centrar um norte para a companhia e garantir que o negócio possa reagir de acordo com o objetivo esperado, e descrito no planejamento. Assim, as decisões tomadas pelo gestor devem levar em consideração as metas estipuladas no plano de negócios.

Principais pontos

Na hora de criar seu planejamento de negócios é interessante ficar de olho em alguns pontos cruciais para o sucesso da empresa e o alcance do objetivo traçado. Listamos alguns desses itens abaixo:

1. Enquadramento tributário

A matéria tributária no Brasil é confusa e extensa e pode ser um problema até mesmo para os especialistas da área — porém temos de lidar com esse problema. É preciso ficar atento à situação atual da empresa, que pode se encaixar em um enquadramento tributário diferente do que se encontra, com obrigações fiscais mais leves, levando à economia de recursos e ao pagamento de menos impostos.

2. Revisão do plano anterior

Os objetivos do ano anterior foram alcançados? Quais os motivos que levaram ao não cumprimento de alguma das metas? Revisar o planejamento anterior é a melhor forma de observar o que não deu certo e deve ser melhorado para o próximo ano.

3. Análise de riscos

É impossível prever todas as situações adversas que possam ocorrer durante um ano, porém é importante estar atento aos problemas que podem se apresentar para que a empresa seja capaz de reagir da melhor maneira possível. Na construção do planejamento é importante tentar prever e preparar respostas para situações de risco.

4. Decisões estratégicas

O planejamento de negócios para o próximo ano é o momento ideal para a análise das decisões estratégicas da empresa, como uma expansão das operações ou a implantação de nova tecnologia. É preciso preparar toda a empresa para a mudança, dividindo a tarefa em etapas bem planejadas, de modo a alcançar o sucesso no fim do processo.

A maioria das grandes empresas conta com um trunfo para auxiliar na criação de seu planejamento de negócios, a utilização de um ERP para obtenção de informações precisas acerca de suas operações.

O Enterprise Resource Planning é um software de gestão que auxilia nas atividades administrativas da companhia e agrupa todas as informações vitais do negócio, sendo uma base rica de dados para criação do planejamento de negócios, assim como o acompanhamento de seus resultados.

Esperamos que com as informações descritas neste post você tenha ficado mais seguro sobre o que levar em consideração na hora de montar seu planejamento de negócios para o ano que vem.

Temos uma surpresa para você, criamos um e-book com 5 ferramentas indispensáveis para uma boa gestão financeira! Clique no link e baixe agora mesmo, essas dicas podem transformar a uma empresa!