Melhores práticas para gestão de construções pesadas

O planejamento é uma atividade indispensável para o gerenciamento eficiente de qualquer tipo de obra. Quando falamos em gestão de construção pesada, essa questão toma contornos ainda mais relevantes, pois esse tipo de obra exige de seu gerente o acompanhamento de um número ainda maior de condicionantes.

Por meio do uso de técnicas adequadas e bons indicadores e controles eficientes, é possível verificar o cumprimento de prazos, liderar equipes e administrar desvios de modo a permitir o controle adequado de todo o processo produtivo, com respectivo sucesso da obra.

No post a seguir, listamos as melhores práticas de gestão de construção pesada para que sua empresa consiga melhorar os índices de produtividade e reduzir custos de operação. Quer saber que medidas são essas? Então descubra a seguir!

Gerencie sua frota bem de perto

Na gestão de construção pesada costuma-se demandar a utilização de máquinas de grande porte e equipes especializadas lotadas especialmente para esse trabalho, o que também representa um custo extra.

Em razão disso, é necessária uma administração efetiva sobre as frotas visando reduzir ao máximo o mau emprego das máquinas. Os gerentes de obras precisam acompanhar a mobilização e desmobilização das máquinas, evitando deslocamentos desnecessários e a ociosidade, uma vez que o tempo parado desse maquinário também pode ser caro.

É preciso controlar, ainda, indicadores para tomada de decisão quanto ao rendimento dos equipamentos, horas trabalhadas, volume de cargas entre outros. Controlando o desempenho dessas frotas de forma a evitar retrabalhos ou períodos ociosos, o que poderia causar grandes gargalos financeiros para a obra e para a empresa como um todo.

Uma boa maneira de fazer isso é realizando verificações periódicas dos indicadores de produtividade da frota. Com um bom controle na coleta de dados é possível criar relatórios que permitam entender a real efetividade de uma máquina.

Não descuide da manutenção

A manutenção da frota é outro item que não pode ser esquecido. Um planejamento eficiente é garantia de obra dentro do orçamento e prazo definido e com um produto final de qualidade.

Por isso, planejar adequadamente a realização das manutenções diárias e periódicos sugeridos pelos fabricantes é uma preocupação que deve ser controlada com rigor e jamais deixada em segundo plano, uma vez que pode gerar grandes prejuízos.

O ideal é que o gestor de obras mantenha um levantamento atualizado de toda a frota envolvida na obra e acompanhe os períodos em que cada uma das máquinas estará em manutenção, de modo que nem a manutenção deixe de ser feita no momento preciso, nem as frentes de trabalho sejam paralisadas ou tenham seu ritmo de produção abruptamente reduzido.

É comum que as empresas adiam manutenções por conta do fato da máquina estar alocada em algum canteiro de obra e o seu deslocamento não ter sido planejado. Isso pode levar a quebra dessa máquina e um alto custo para colocá-la novamente para funcionar.

Porém, além de planejar, é preciso ainda controlar os serviços de manutenção. Não basta apenas encaminhar a máquina para manutenção: é preciso a garantia de que os serviços foram realizados a contento.

Para tanto, mantenha em dia os registros e verifique os checklists das manutenções. Só assim você terá plena segurança que sua frota está tendo a manutenção adequada.

Faça uso de dispositivos móveis para os controles

Utilizar a enormidade de recursos que a tecnologia nos disponibiliza deixou de ser apenas uma questão de tendência e se tornou um requisito essencial para qualquer empresa que almeja sucesso em suas empreitadas, prestando serviços com qualidade e eficiência.

Mesmo que a prancheta ainda tenha um grande espaço dentro da construção, a tecnologia vem cada vez sendo mais utilizada nos canteiros de obra, com a criação de vários aplicativos que facilitam o dia a dia de sua equipe, além de melhorar a comunicação dos colaboradores.

Por isso, muitas empresas vêm adotando soluções como a ferramenta de gerenciamento de suas obras, incorporando, inclusive, o uso de tablets e smartphones no canteiro de obras.

Investir em tecnologia é, portanto, um dos melhores caminhos a serem trilhados pelas empresas de construção, principalmente para aquelas que trabalham com construções pesadas, pois só assim será possível otimizar suas atividades e maximizando lucros.

Escolha um bom software de gestão

Ainda falando sobre tecnologia, exista uma demanda cada vez maior sobre controle dentro do canteiro de obras e a melhor forma de entender como tudo ocorre nas obras é por meio de um sistema de gestão.

Mobuss, o aplicativo ideal para gerenciamento de construções pesadas

Mobuss é uma excelente opção quando o assunto é construção pesada. Ele é um software voltado ao gerenciamento de obras através de dispositivos móveis, que opera de forma modular, contemplando funções como Apontamento, Qualidade, Assistência Técnica, Segurança, Vistoria e Entrega e Gestão de Documentos.

Em seu módulo Apontamento, é possível fazer anotações relativas às atividades em andamento, colaboradores envolvidos e equipamentos. Assim, pode-se acessar rapidamente as informações e gerar os indicadores de desempenho mencionados acima, ferramentas indispensáveis para uma tomada de decisão eficaz para as obras.

Crie um planejamento macro

Um erro comum em gestão de construção pesada é a realização de um planejamento limitado, ou seja, que não leve em consideração todos os pontos necessários para o desenvolvimento de um empreendimento de grande porte.

Por exemplo, esse tipo de construção exige entrega constante de material e também a utilização de maquinário pesado. Muitas vezes, como funcionarão esses processos de disponibilização de recursos não são previstos no projeto.

Dessa forma, durante a execução das obras diversos problemas começarão a surgir, pois determinadas atividades não foram planejadas e em pouco tempo o caos terá tomado conta do canteiro de obras.

Busque ações de redução de custos

Ao investir em um software de gestão adequado para a sua empresa, se dará início a um processo de coleta de dados que entregarão diversos relatórios de controle. Com base nesses documentos é possível entender os gargalos que existem na obra, má utilização de recursos e outros problemas que podem não ser notados no dia a dia.

Com esses dados em mão é necessário buscar ações de redução de custos, buscando rentabilizar ao máximo o projeto e aumentando a lucratividade de sua empresa na entrega da obra.

São várias ações a serem tomadas, sendo que elas estarão diretamente ligadas aos seus dados de controle, mas um exemplo comum é a avaliação dos fornecedores, de acordo com seu compromisso no cumprimento de prazos. Isso evita atrasos e garante maior produtividade de sua equipe no canteiro de obras.

Contudo, é preciso ficar atento. A busca pela redução de custos não pode, em hipótese nenhuma, ser um pretexto para abrir mão da qualidade final do projeto.

Invista em treinamentos

Uma equipe bem treinada é uma equipe eficiente. Muitos gestores não acreditam que o treinamento de seu time pode ter um grande impacto na eficiência de uma obra, mas ele pode sim ser um diferencial.

Profissionais treinados tomam melhores decisões no dia a dia, o que é fundamental a longo prazo, além de combater o desperdício, serem mais preocupados com a segurança do local e mais eficientes no geral.

Treinamentos constantes nas mais variadas atividades podem ser planejados para garantir a continuidade da obra e podem ser de grande valia para seus colaboradores.

Faça uma análise geográfica da região

Por último, deixamos uma dica que é simples, mas sempre pode ser um problema quando o assunto é construção pesada, a geografia do local da obra. Sempre busque fazer uma análise detalhada da região, pois como são, geralmente, utilizadas máquinas pesadas, elas podem ter dificuldade de locomoção até o local da obra.

Depois dessas dicas, a gestão de construção pesada pode resolver problemas que surgem durante as suas obras. Basta aplicar cada dica e você terá sempre rotas alternativas para informar aos profissionais que devem chegar até o local, padronizando métodos de trabalho que evitem acidentes, atrasos ou quaisquer outras situações indesejadas.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe agora mesmo com seus amigos nas redes sociais para que eles possam aprender também as melhores práticas para gestão de construções pesadas!