Gestão de fornecedores: 5 aspectos que devem ser analisados

Toda empresa precisa definir de onde virão seus produtos ou a matéria-prima deles. Nesse sentido, a boa escolha de gestão de fornecedores se mostra fundamental para o sucesso do negócio, uma vez que estes serão parceiros estão estritamente ligados à rotina empresarial.

Assim, é importante observar os diversos aspectos que compõem essa relação. É preciso considerar disponibilidade, custos, atendimento e outras questões que apontaremos abaixo. Quer saber mais? Então confira a seguir o que preparamos para você!

O que é a gestão de fornecedores?

Apesar de nem sempre ser considerada da forma devida, a gestão de fornecedores é uma atividade de grande importância.

Por meio dela, a empresa pode se certificar de que terá prazos, preços e produtos disponíveis e de acordo com as necessidades do negócio. A ideia é observar todos os processos relacionados — como qualidade, prazos de entrega e outras questões do tipo — e organizá-los, conforme necessário.

Por que essa gestão é importante?

A partir do momento em que se se tem conhecimento desses dados, é possível selecionar os melhores fornecedores — aqueles que melhor atenderem aos critérios necessários.

A gestão do fornecimento de produtos é uma das principais bases para o desenvolvimento de um negócio e do seu sucesso em qualquer setor do mercado. Sua função estratégica impacta diretamente em questões de produção, quantidade, qualidade, custos e, é claro, nas decisões que a empresa toma.

Um outro aspecto importante é que uma boa gestão de fornecedores também proporciona boas relações e, possivelmente, vantagens como melhoria nas condições de pagamento e entrega de produtos.

O que deve ser considerado ao escolher um fornecedor?

A seguir, listamos os principais pontos a se considerar no momento de escolher os fornecedores ideais. Confira!

1. Qualidade

Este é um dos principais e mais observados pontos. Contar com parceiros que fornecem produtos de boa qualidade é fundamental para o sucesso do sem negócio, visto que esse aspecto facilita as vendas e a fidelização de clientes.

Além disso, produtos de má qualidade podem manchar a imagem da empresa no mercado — algo que certamente não trará bons resultados.

2. Custo-benefício

O custo-benefício às vezes é confundido com o preço baixo, mas aqui vale lembrar da importância de avaliar o planejamento financeiro.

Os fornecedores escolhidos precisam disponibilizar produtos e serviços com um nível de qualidade viável, mas que também não comprometam o que foi planejado, tanto para o orçamento de compras, quanto para o valor e qualidade do produto final.

3. Atendimento

A relação entre cliente e fornecedor não deve ser baseada apenas em preços baixos, mas também em questões como o atendimento prestado.

Assim, antes de fechar negócio com um fornecedor específico, é importante conferir as informações disponíveis sobre o tratamento com seus clientes, além da sua situação legal. Dessa forma, será possível evitar transtornos posteriores, tanto para a empresa quanto para seus clientes.

4. Prazos

Uma outra questão de grande importância para o sucesso do negócio é saber como funciona o cumprimento de prazos do fornecedor.

É preciso contar com um parceiro que se comprometa a realizar entregas dentro dos prazos estabelecidos, já que até mesmo os pequenos atrasos podem prejudicar as vendas.

5. Disponibilidade

A variação na quantidade de vendas que a empresa realiza nos diferentes períodos do ano também deve ser considerada. No âmbito da gestão de fornecedores, é preciso saber se o parceiro terá capacidade para suprir possíveis aumentos na demanda.

Assim, sabendo da importância de ter seus produtos em estoque sempre que necessário, é válido realizar essa verificação para todos os meses do ano, principalmente em épocas onde o número de vendas cresce.

Portanto, percebe-se que sem bons fornecedores, o negócio passa a ser prejudicado, seja por atrasos de entrega, produtos com má qualidade ou com preços indevidamente altos — aspectos que prejudicam diretamente os resultados. Assim, é indispensável que a empresa conte com uma boa gestão de fornecedores, para que os parceiros sejam capazes para trabalharem em prol do atendimento e das necessidades do seu negócio.

Conhece outras dicas ou sugestões sobre como melhorar a gestão de fornecedores da empresa? Então conte para a gente nos comentários!