Enterprise Resource Planning: afinal, o que é ERP?

Enterprise Resource Planning: afinal, o que é ERP?

Softwares que auxiliam a gestão de empresas são uma realidade. É difícil pensar num empreendimento que não utilize o serviço de, pelo menos, um programa de computador, seja para controlar o caixa, atender os clientes ou contabilizar o estoque.

E existe um único software que é capaz de todas essas tarefas ao mesmo tempo: o ERP.

Saiba agora como o ERP funciona e entenda a importância e os benefícios que ele traz para a sua empresa!

O que é ERP?

ERP é uma sigla para Enterprise Resource Planning — em português, ele pode ser traduzido como Planejamento de Recursos Empresariais.

Trata-se de um software que integra e cruza os dados de todos os setores da empresa num único sistema, permitindo uma visão panorâmica do seu negócio, em tempo real. Quaisquer informações que você precisar, seja para fazer um balanço de vendas diário ou analisar o crescimento nos últimos meses, estarão à sua disposição sem que seja necessário fazer grande esforço.

Você pode personalizá-lo de acordo com as carências do seu empreendimento, e assim, não precisa lidar com recursos que você não vá aproveitar tanto.

Quando implementar?

O custo de implementação de um ERP pode variar bastante, de acordo com o porte da empresa e suas necessidades. Por isso é importante fazer um relatório com três tópicos principais devidamente embasados: o quanto o ERP pode melhorar o lucro da empresa, qual o caixa disponível para investir no software e algumas propostas de fornecedores do sistema.

Jamais aposte em um Enterprise Resource Planning sem levar em conta ao menos essas três questões. Dependendo do provedor e se você não estiver certo do que precisa, o processo de implantação do software pode levar mais tempo do que o planejado, impactando o seu custo-benefício. Quanto mais informações e engajamento você tiver, mais rápida será a instalação do ERP, e os resultados virão com mais velocidade também.

A importância do ERP

A concorrência no mercado é tão surreal que não há mais como perder tempo de produtividade com questões burocráticas ou meramente funcionais e com erros bobos na captação de dados. Para que delegar tarefas, como a folha de pagamentos ou gestão de estoque, a colaboradores que podem render muito mais em outra tarefa realmente produtiva?

O software automatiza a parte processual – contagem de vendas, faturamento, estoque, folha de pagamentos – e libera tempo para a sua equipe produzir e você tomar as decisões certas — essa talvez seja a maior importância do ERP.

O monitoramento em tempo real permite que você e toda a sua equipe consigam entender os pontos em que precisam melhorar com mais facilidade. Ou seja, se a demanda por determinado produto está muito alta, o pessoal do estoque pode ver e rapidamente solicitar mais unidades, quase que simultaneamente.

Os benefícios do ERP

Dentre os principais benefícios do ERP estão a praticidade na captação de dados precisos e atualizados para que você encontre focos que podem ser melhorados na empresa e tome decisões mais assetivas. A automatização de processos burocráticos também é um fator muito importante, pois permite mais tempo produtivo para a equipe. Da mesma maneira, o didatismo do ERP garante que os colaboradores de diferentes setores usufruam do sistema e conversem entre si prontamente.

E aí, ficou interessado? O que você acha do ERP? Deixe o seu comentário aqui embaixo!