Entenda o que é crédito associativo na construção

Entenda o que é crédito associativo na construção

Você provavelmente já ouviu falar sobre crédito associativo, mas sabe ao certo o que é e como funciona esse modelo de financiamento de imóveis?

Continue a leitura deste post e confira as informações que reunimos para ajudar você a esclarecer todas as dúvidas sobre o assunto!

O que é o crédito associativo na construção?

Para adquirir um imóvel, os consumidores podem contar com duas modalidades de financiamento. A primeira é aquela na qual o comprador firma um contrato com a construtora, se comprometendo a pagar parte do valor do imóvel por meio de um contrato com alguma instituição financeira.

Nesse caso, o contrato é firmado apenas após a finalização da construção do empreendimento e o crédito é liberado em uma única parcela para a construtora.

A segunda forma de financiar um imóvel é por meio do crédito associativo. Nesse caso, uma organização — geralmente uma incorporadora — cria um grupo de compradores para um empreendimento que quer construir. Quando o número mínimo de compradores é alcançado, o agente financeiro libera o crédito para a construção.

No caso do crédito associativo, portanto, os contratos de financiamento devem ser assinados antes da finalização da obra e o dinheiro é liberado em fases para a construtora imobiliária.

Como funciona o crédito associativo?

A possibilidade de financiar um imóvel por meio do crédito associativo vale apenas para empreendimentos residenciais na planta. Além disso, essa forma de financiamento não é oferecida por bancos privados, estando disponível apenas pela Caixa Econômica Federal e pelo Banco do Brasil.

Os bancos, nesse caso, analisam a viabilidade do empreendimento e o cronograma de obras para estabelecer a liberação do valor de forma parcelada. Durante a execução da obra, também são responsáveis por verificar se os valores estão sendo aplicados de forma correta na construção, evitando a aplicação de juros para os compradores.

Apesar do acompanhamento por parte dos bancos, questões relacionadas ao empreendimento — como qualidade e prazo de entrega — continuam sendo responsabilidade da construtora.

O crédito associativo pode ser de 4 tipos:

  1. construção em terreno de propriedade da própria incorporadora;

  2. produção em lotes de terreno urbanizado;

  3. reabilitação de empreendimento urbanos;

  4. compra de terreno e construção do empreendimento.

Quais são as vantagens do crédito associativo?

Toda modalidade de financiamento tem suas vantagens e desvantagens que devem ser analisadas antes de tomar a decisão de escolher uma ou outra. No caso do crédito associativo, as vantagens são:

  • taxas de juros reduzidas — as taxas de juros nesse tipo de financiamento encontram-se entre 5% e 8,16% a.a.;

  • uso do FGTS — o comprador pode utilizar recursos do FGTS para financiar o imóvel;

  • despesas iniciais reduzidas — custos com escritura e registro são menores, já que o valor é calculado apenas sobre uma fração do terreno —, entre outras.

Entre as desvantagens do crédito associativo estão o fato da construção não começar quando o contrato é assinado — apenas quando o número mínimo de compradores é alcançado —, a taxa de evolução da obra que deve ser paga durante o período de construção e a possibilidade da obra atrasar ou ficar mais cara que o previsto inicialmente.

O crédito associativo é uma modalidade de financiamento que pode gerar benefícios para quem deseja adquirir um imóvel próprio. É ainda mais vantajoso para famílias de baixa renda, já que possui taxas de juros reduzidas e permite a utilização do FGTS.

Conseguiu entender o que é o crédito associativo na construção? Então assine nossa newsletter e receba mais informações como essas diretamente no seu e-mail!