Entenda aqui a diferença entre armazenagem e estocagem

Entenda aqui a diferença entre armazenagem e estocagem

Todo trabalho que envolva processos logísticos requer o entendimento de alguns termos que, às vezes, parecem ter o mesmo conceito. É o caso, por exemplo, de armazenagem e estocagem. Você sabe qual é a diferença entre eles?

Em inúmeras áreas de atuação, pode ser necessário contar com um espaço para armazenar produtos e matéria-prima. Uma operação otimizada exige o uso apropriado das ferramentas e métricas associadas a armazenagem e estocagem.

No entanto, para que seja possível atuar com sucesso em seus processos logísticos, é fundamental entender a diversidade entre esses dois termos. Afinal, cada conceito tem uma finalidade e iniciativas distintas associadas a eles para alcançar o máximo de eficiência em suas operações.

A seguir, você entenderá mais sobre como esses processos podem ser estratégicos para sua gestão. Confira!

Quais as diferenças entre armazenagem e estocagem?

Armazenagem

O termo armazenagem se refere à retenção de qualquer produto em um espaço dedicado a essa atividade, como um armazém. Nesse caso, costumam ser implementadas soluções para o controle de materiais e garantir a melhor otimização desse espaço.

A armazenagem pode ter objetivos distintos, que não envolvem o trânsito do produto para determinado fim. Entre os motivos mais comuns para armazená-los é a maximização da produtividade, otimização do uso de energia e proteção dos produtos contra avarias.

Um exemplo de serviço de armazenagem é o self-storage, em que os clientes podem guardar seus itens em um espaço reservado para eles com acesso facilitado e privativo. Outro caso é a armazenagem como estratégia logística para necessidades de transporte.

Estocagem

Falar em estocagem e estoque envolve armazenar produtos para fins específicos, como vendas, exportações, entre outros. Ou seja, há um destino definido para o que é armazenado, portanto, é um conceito menos amplo. Com isso em mente, pode-se dizer que os produtos estocados são mantidos no local por determinado período, até que sejam utilizados para os seus verdadeiros fins.

Realizar um trabalho de estocagem exige um monitoramento cuidadoso dos seus produtos e da logística envolvida. É preciso ter essa visibilidade a partir do acompanhamento de métricas de estoque, como taxa de retorno, giro de estoque e tempo de reposição.

Como gerenciar armazenagem e estocagem da melhor forma?

Tendo em mente as diferenças entre armazenagem e estocagem, o próximo passo envolve saber como otimizar a gestão dessas atividades em suas operações. Isso será fundamental para você alcançar bons resultados em seu negócio. Veja, a seguir, as principais boas práticas de armazenagem e estocagem.

Estrutura dedicada

Gerenciar a estrutura de armazenagem e estocagem envolve contar com um espaço que proporcione o dinamismo de que as suas operações precisam. Ou seja, não é o bastante se preocupar apenas com o espaço físico disponível, apesar de também ser um critério importante.

Por exemplo, um layout eficiente possibilita realizar as suas atividades com mais agilidade, sem que existam perdas de recursos e de tempo. Isso também é possível a partir do acesso a bons equipamentos que componham essa estrutura.

Gestão integrada

As suas operações logísticas podem ser facilitadas e otimizadas a partir de uma gestão integrada, ou seja, que compreende todas as etapas de produção em um único processo. Isso viabilizará uma atuação mais produtiva e eficaz em seu negócio.

Isso pode ser aprimorado ainda mais com o uso de um software de gestão que tenha essa funcionalidade. Nesse caso, será possível monitorar a sua armazenagem e estocagem dependendo das suas necessidades.

Processos de movimentação

Para que a sua armazenagem e estocagem sejam eficientes, vale a pena definir processos de movimentação para as suas operações. É algo que envolve estabelecer regras concretas e específicas para a movimentação dos produtos e materiais.

Entre os benefícios disso está uma maior agilidade em suas movimentações, a diminuição da possibilidade de erros e redução do desperdício.

Conhecer a diferença entre armazenagem e estocagem é o primeiro passo para uma gestão logística mais inteligente. A partir daí, é fundamental se apoiar nas estratégias mais eficazes para aprimorar as suas operações e garantir o melhor tratamento para os seus produtos em todas as etapas dos seus processos.

Que tal contar com a melhor solução para esses e outros processos de gestão? Acesse o site e entre em contato para saber mais sobre o ERP Mega!