Desperdício na construção civil: 4 estratégias para reduzir

Imagine que, ao planejar uma obra, você possa garantir economia de recursos e colaborar para melhor preservação do meio ambiente. É um cenário perfeito, certo? Saiba que o desperdício na construção civil é uma realidade que afeta praticamente a todos os empreendimentos.

A perda de materiais de construção e insumos gera uma série de impactos para a construtora, como o aumento do custo total da obra, e também para o meio ambiente, com o descarte de grande quantidade de matéria-prima que poderia ter sido usada em outro empreendimento. Há, ainda, o risco do descarte inadequado, o que pode agravar essa situação.

No post de hoje, vamos mostrar algumas estratégias que podem ser utilizadas para reduzir o desperdício na construção civil. Confira!

Estratégias para redução de desperdício

1. Adote conceitos de reciclagem

A reciclagem de materiais  pode ser adotada de várias maneiras em uma obra, independentemente se ela se trata de uma reforma em um apartamento ou a construção de um grande empreendimento. Restos de entulho ou mesmo tijolos que não foram utilizados podem ser triturados.

Esse material tem uso em outras obras coordenadas pela construtora e podem ser utilizadas para produção de bases rodoviárias. Barras de ferro e outros metais, mesmos enferrujados, também podem ser derretidos e usados para outras finalidades.

2. Treine a equipe para evitar o desperdício na construção civil

A redução do uso de materiais, a destinação correta e a reciclagem devem ser valores da construtora, seus funcionários e até mesmo do cliente que contratou os serviços. Quando toda a cadeia da construção passa a entender esses conceitos e se torna responsável por evitar o desperdício na construção civil, fica mais fácil de atingir os resultados esperados.

Reserve uma parte do tempo de construção do empreendimento, quando todos os funcionários estão no canteiro de obras, para capacitar os trabalhadores e promover programas de treinamento.

3. Invista em processos de armazenagem e transporte adequados

Uma boa parte do desperdício de materiais e insumos da construção civil é causada por quebras de peças, seja de alvenaria, cerâmicas ou outros acabamentos. Como esses materiais são comumente vendidos em caixas com quantidades maiores, muitas vezes é necessário comprar uma grande quantidade de material para suprir as peças que quebraram.

Uma alternativa a isso é pensar na questão da logística e investir em processos de armazenagem e de transporte de materiais para diminuir o número de quebras de peças e, dessa forma, reduzir o desperdício.

4. Use a tecnologia para controlar a entrada e saída de materiais

Quanto maior for o controle que você tem da construção do empreendimento, maior a chance de evitar o desperdício e gerenciar adequadamente seus insumos e materiais. Nesse contexto, a tecnologia pode ser de uma ajuda valiosa.

Alguns softwares chamados de Sistemas de Gestão Empresarial são voltados para a área da construção civil podem ajudá-lo bastante.

Com o uso dessas ferramentas no canteiro de obras, você consegue acompanhar com grande precisão alguns aspectos cruciais de uma obra, como o cronograma de andamento da construção, o controle de horários e presença de funcionários, organização financeira, entre outros.

Software de gestão e redução do desperdício

A utilização da tecnologia é tão importante que decidimos criar um tópico separado para tratar apenas desse assunto, especificamente, a utilização de softwares de gestão, também conhecidos como ERP.

Em um ambiente cada vez mais digital, onde os dados têm se tornado o novo petróleo, é fundamental contar com o apoio de sistemas automatizados para auxiliar no controle da obra. Dentro os recursos apresentados por essas ferramentas que merecem um destaque especial.

Controle do histórico de outras obras

Planejar o início de mais uma obra pode ser um grande desafio para qualquer empresa, mas se ela já contar com um histórico robusto acerca de seus projetos anteriores, esse planejamento pode ser facilitado.

É isso que um software de gestão permite, manter um olhar sobre o que já foi feito, acertos e erros e garantir que tudo aquilo que não saiu como o esperado seja revisto no novo projeto, evitando falhas e custos extras.

Gestão financeira

Uma obra conta, geralmente, com uma grande quantidade de itens financeiros a serem controlados, seja na aquisição de materiais, custos de serviços, mão de obra e outros gastos inerentes ao projeto.

Manter o controle sobre todas essas variáveis sem o auxílio da tecnologia seria um grande problema. Por meio de um software de gestão é possível realizar o controle de todo o orçamento da obra, gastos realizados e esperados, permitindo manter um controle sobre os custos e evitando desperdícios.

Gestão dos recursos humanos

É comum que as empreiteiras, construtoras e demais empresas que atuem no setor da construção civil não dispensem parte do seu tempo para realizar o controle da mão de obra.

Isso acaba afetando a produtividade, pois as atividades não são realizadas de acordo com um cronograma e carecem de gestão, sendo responsáveis por atrasos e perdas.

Um software de gestão permite controlar a produtividade da mão de obra e entender em quais atividades está sendo gasto um maior tempo, permitindo programar melhor os prazos.

Otimização do controle de estoque

Outro erro comum dentro das construtoras e que pode ser melhorado com o uso de um ERP é o controle de estoque, que falha muitas vezes por não fornecer as informações acerca dos materiais que estão estocados.

Dessa forma, a empresa pode comprar insumos dos quais não necessita, o que gera perda de capital. O sistema de gestão permite que se possa ver claramente tudo o que está no estoque e a sua movimentação, evitando esses desperdícios.

Relatórios gerenciais

Por último, e uma das principais vantagens da adoção de um ERP está a possibilidade de gerar relatórios gerenciais claros e simples com poucos cliques, garantindo melhor visibilidade acerca das informações da empresa.

Os dados coletados pelo sistema de gestão podem ser condensados em relatórios gerenciais, utilizados para o controle da empresa e visualização de problemas ou oportunidades.

Ou seja, a própria utilização do sistema já é responsável pela coleta de dados, sem a necessidade de dispensar um colaborador apenas para essa atividade, reduzindo custos enquanto melhora a capacidade de gerenciamento.

No caso da redução do desperdício na construção civil, a tecnologia pode ajudar com o monitoramento da entrada e saída de materiais. Dessa forma, o gestor consegue saber, com menor possibilidade de erros, qual o volume de material que será necessário adquirir e evitar sobras.

Gostou das dicas sobre como evitar o desperdício na construção civil? Siga nossos perfis nas redes sociais para continuar acompanhando outras novidades sobre o setor. Estamos FacebookTwitter e LinkedIn!