Custos de produção: 5 gargalos ocultos que você não conhecia

Um desafio constante para todas as empresas é realizar um monitoramento eficiente sobre seus custos de produção, buscando diminuí-los e controlá-los da melhor forma possível. Isso porque tais gastos podem influenciar diretamente na lucratividade de um negócio.

Para te ajudar nessa árdua tarefa, reunimos 5 gargalos que podem elevar os custos de produção e que podem passar despercebidos pelo gestor que não realiza um monitoramento correto. Confira!

1. Desorganização

O 1º item a ser apresentado e que geralmente não é visualizado diretamente pelo gestor é a desorganização da empresa. Processos obscuros e sem a necessária padronização podem aumentar os custos de produção.

A solução, nesses casos, é buscar aplicar determinadas metodologias e buscar organizar toda a gestão e os seus processos. Para isso, pode-se implantar sistemas de informação visando melhorar a gestão e obter informações em tempo real sobre todo o processo produtivo.

2. Falta de mão de obra especializada

É cada vez mais difícil encontrar mão de obra especializada no mercado. Bons profissionais já se encontram empregados e, com o fantasma da crise, eles não têm confiança para mudar de emprego.

Colaboradores desqualificados tendem a falhar e a cometer mais erros, levando a um aumento dos custos de produção. A solução é investir na capacitação dos seus colaboradores e implantar softwares para automatizar parte das tarefas, evitando a intervenção humana em etapas repetitivas.

3. Falha na gestão de custos

A falha na gestão de custos é um ponto que faz com que boa parte dos gestores não conheçam, realmente, os gargalos ocultos da sua produção. Não visualizando corretamente quais são os gastos fixos e variáveis do processo produtivo, não é possível analisar a viabilidade financeira do negócio.

Invista em tecnologia para controlar todos os custos que estão diretamente envolvidos na produção de um determinado produto. Por meio dessas ferramentas, você poderá acompanhar qualquer alteração.

4. Desperdício

Processos produtivos mal concebidos e não monitorados podem levar ao desperdício, um dos principais itens para o aumento dos custos de produção.

A gestão correta de todos os itens envolvidos em uma produção, com correções pontuais sobre cada um dos elementos que não oferecem o retorno esperado, é a forma mais simples de evitar os desperdícios. Isso pode ser feito com o apoio de ferramentas tecnológicas de gestão.

5. Layout de produção não otimizado

Outro ponto que geralmente não leva muita atenção por parte da maioria dos gestores é a otimização da planta de produção. O que muitas vezes acontece é que o administrador não acredita que reorganizar o layout da sua fábrica poderá trazer algum ganho de eficiência.

Esse pensamento, porém, é equivocado. A depender da planta da empresa, determinados processos podem se tornar muito morosos, exigindo um deslocamento interno que faz com que os colaboradores percam tempo. Otimizar o layout de produção pode facilitar os processos e promover ganhos de agilidade e produtividade.

Como você pôde observar, alguns dos custos de produção podem estar ocultos, e é necessário se precaver para que eles não inviabilizem o negócio.

Quer saber mais sobre como diminuir os custos de sua produção? Baixe o nosso e-book sobre os 4 passos para a automatização na indústria!