Construção pesada: como atingir a excelência na gestão

Para que o Brasil possa manter e fortalecer sua competitividade diante do mercado internacional e, consequentemente proporcionar para a população o bem-estar geral provendo o acesso a serviços básicos, como energia elétrica, comunicações, transporte urbano e saneamento, entre outros, conta com soluções de infraestrutura e investimentos em projetos de alto impacto no cenário econômico.

Com isso, a indústria da construção pesada se destaca como personagem fundamental deste contexto de desenvolvimento. No post de hoje, vamos entender melhor este papel e como uma gestão eficaz contribui com o sucesso neste nicho.

Grandes obras, grandes desafios

As obras de construção pesada têm suas características marcadas pela complexidade, proporção e grandeza nos valores aplicados no canteiro de obras. Mesmo que de uma obra para outra, a baixa variação de insumos e nos padrões de processos construtivos, cada novo empreendimento assume sua própria identidade, se tornando único, com a presença de fortes variações, como fatores geográficos, de clima, acessibilidade e disponibilidade da mão de obra.

A complexidade, dinamismo e competividade de um empreendimento de construção pesada está presente em obras de infraestrutura, tais como: portos e aeroportos, rodovias, usinas e equipamentos públicos diversos, além de outros tipos de obras de maior complexidade, como a construção de plantas industriais, que compõem o este mercado.

Projetos de construção pesada têm forte relação com estudos de viabilidade, planejamentos orçamentários e gestão de projetos, com entregas definidas por padrões de qualidade e prazos estabelecidos entre o construtor e seu contratante.

Tecnologia como aliada

O desafio de fazer uma gestão de excelência na construção pesada está no enfoque do controle dos custos e dos prazos, respeitando a qualidade dos serviços e dos processos. Para isso, as construtoras que se destacam no segmento são aquelas que utilizam a tecnologia e a mobilidade para o gerenciamento de todos os processos produtivos e principalmente a de manutenção da estrutura que ela dispõe.

Desta forma, o volume de ativos como máquinas e equipamentos tem uma forte influência no sucesso do empreendimento. A disponibilidade, a movimentação e a manutenção das máquinas e equipamentos devem ser levadas em consideração, uma vez que a alocação do ativo compõe na formação do custo do projeto.

É preciso atentar para o gerenciamento de alocação das máquinas, evitando custos desnecessários, com foco na medição de desempenho da frota, proporcionando o máximo rendimento do equipamento.


Estratégia na gestão

Outro enfoque presente numa gestão de excelência operacional está na coordenação da evolução de obra e gestão dos prazos. Resultante da fase de planejamento de obra em que o exercício de percepção da realidade, avaliação de cenários e sua estruturação de processos, que de maneira adequada, proporcionaram ao construtor executar e monitorar as etapas de construção com total controle sobre a evolução de obra, dentro dos prazos estabelecidos com seu contratante.

Desta forma, os atuais modelos de gestão na construção pesada que proporcionam a excelência operacional, têm uma preocupação que vai além do canteiro de obra. Fortalecem a integração com a gestão de suprimentos, a gestão financeira e gestão contábil da organização, que deixa de lado sua identidade de retaguarda e passa a atuar constantemente como parte do processo produtivo.

A gestão do patrimônio e a movimentação de ativos fazem com que tais times estejam preparados para distribuição de notas fiscais, por exemplo, e respeitem as regras de compliance estabelecidas em contrato, garantindo os padrões de qualidade esperados por seus contratantes.

A gestão de excelência na construção pesada vai além dos fatores elencados acima, que merecem ter suas considerações com maior propriedade. Um vasto e rico universo compõe o segmento da construção pesada, onde cada vez mais a tecnologia se faz presente em todas as etapas do projeto, integrando além de processos, integrando pessoas, do qual promove a sua função cada vez mais a um nível superior.