Como fazer controle de materiais na indústria?

Como fazer controle de materiais na indústria?

Realizar o controle de materiais na indústria é um desafio enorme. Afinal, dependendo da manufatura, a lista de matérias-primas pode ser grande, e monitorar e verificar cada uma delas se torna uma tarefa pesada.

Neste post, faremos um apanhado de 4 dicas para te ajudar a exercer um maior controle sobre os materiais utilizados em sua empresa, evitando desperdícios e possíveis quedas de produção. Tome nota!

Controle de materiais na indústria

O estoque funciona como o coração da indústria, e nele estão armazenados todos os materiais necessários para a produção. É por meio dele que encaminhamos os itens necessários a cada estágio da manufatura e, por conta disso, uma falha pode levar até mesmo a interrupção dos trabalhos.

Por isso, é preciso estar atento — da gestão de estoque à própria compreensão do ciclo de vida dos produtos, de acordo com a especificidade de cada tipo de indústria.

Nas empresas farmacêuticas, por exemplo, o gestor deve se manter atento aos prazos de validade; já na metal-mecânica, aos custos de armazenagem. Cada categoria de indústria conta com problemas específicos.

Dicas para um melhor controle

Fique de olho nas normas

Existem normas reguladoras descritas para cada tipo de matéria-prima em especial, descritas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o órgão brasileiro responsável pelo controle sanitário no país.

Para indústrias alimentícias, químicas e farmacêuticas, essas normas devem ser disseminadas entre os colaboradores para garantir a qualidade dos produtos fabricados.

Planeje sua demanda

Produtos parados depreciam e geram perdas, o que pode ser um problema quando não há um planejamento para a entrada e a saída de materiais do estoque com base na demanda da empresa por tais itens.

É preciso criar uma lista de matérias-primas e a sua respectiva necessidade, de acordo com a produção esperada. Isso diminui a armazenagem desnecessária de itens.

Faça inventários periódicos

Para se manter atualizado sobre o que realmente se encontra em estoque e evitar a parada nas operações pela falta de algum material, é necessário realizar uma rotina de inventários periódicos.

Esse processo é essencial para que o gestor possa observar como anda a entrada e a saída de materiais, a sua demanda na produção e a necessidade de reposição ou não. Essas atitudes facilitam o planejamento a longo prazo.

Automatize seus processos

Implantar sistemas de gestão para automatizar parte das tarefas pode trazer uma série de vantagens para a indústria. Entre as principais podemos destacar a diminuição de erros relativos às interações humanas.

Outro ponto é a redução de custos com perdas, já que o estoque será melhor administrado com o auxílio de ferramentas tecnológicas. Além disso, o gestor tem em suas mãos dados mais confiáveis para subsidiar as suas decisões.

O controle de materiais na indústria é um ponto crítico e deve ser observado com muita atenção pelos gestores. Muitas perdas decorrentes de uma má gestão ou paradas constantes na produção pela falta de matéria-prima pode inviabilizar o processo produtivo da empresa.

Quer saber como melhorar ainda mais a sua gestão de matérias-prima? Então leia este post sobre os processos Lean!