Como fazer a gestão do capital intelectual da sua empresa

Como fazer a gestão do capital intelectual da sua empresa

Atrair talentos já não é uma tarefa nada fácil, não é mesmo? Imagine então retê-los! Pois é por isso que a gestão do capital intelectual é, atualmente, uma das maiores preocupações das empresas, uma vez que implica diretamente em sua competitividade perante o mercado. Mas como fazer adequadamente essa gestão, mantendo o conhecimento produzido mesmo diante de um mercado extremamente competitivo? Quer mesmo saber? Então confira agora mesmo nosso post:

Reduza sua taxa de turnover

O turnover nada mais é que a movimentação de funcionários nas empresas. É mais que comum que alguns saiam e outros entrem, em uma dinâmica constante. Isso a não ser que a empresa trabalhe arduamente para fazer a manutenção de seu capital intelectual e, assim, consiga manter por mais tempo os profissionais que nela trabalham.

O turnover pode ser reduzido com políticas de gestão de pessoas mais flexíveis e humanas, que visem o bem-estar dos colaboradores e valorizem as pessoas que realmente se envolvem com a empresa. Vale ressaltar que nem sempre o salário é o mais determinante para a retenção do capital intelectual de uma empresa, mas diversas outras condições — como o prolongamento de feriados, horários flexíveis e algum tipo de bônus por produtividade, por exemplo.

Aposte em programas de formação

Em geral, o conhecimento costuma ficar retido com as pessoas que executam determinados processos. Assim, quando elas se vão, uma lacuna acaba se instalando na empresa. Nesse cenário, descobre-se que ninguém sabe como fazer o mesmo trabalho ou que é preciso treinar uma nova pessoa para a função, o que demanda tempo e recursos que, muitas vezes, a empresa não tem.

Com programas de formação continuada, a gestão do capital intelectual da empresa se torna parte do dia a dia das pessoas, havendo um maior compartilhamento de conhecimentos e de experiências que podem, inclusive, ser registrados por meio de vídeos, relatórios, gráficos e whitepapers, mantendo-se tal know-how na empresa mesmo sem a presença do atual responsável pela execução da tarefa.

Estruture seus processos

A estruturação de processos é uma forma de registrar todo o funcionamento da empresa e manter as informações sempre seguras. A maioria das organizações que assumem a gestão da qualidade como um dos pilares de sua administração estratégica tem a vantagem de ter processos bem estruturados e funcionários devidamente capacitados para executá-los.

A revisão desses processos faz parte da gestão do capital intelectual da empresa e reflete as mudanças que o contexto mercadológico impõe, mas trazendo consigo a responsabilidade por uma melhoria contínua e pela excelência em todos os setores, realizando periodicamente a manutenção do conhecimento empresarial.

Desenvolva um fluxo de comunicação eficaz

A comunicação é a principal responsável por conscientizar os funcionários a respeito da gestão do capital intelectual de toda e qualquer empresa. É por meio da transmissão de informação que processos são ensinados, feedbacks são dados e que a empresa pode homogeneizar o conhecimento.

Manter um fluxo de comunicação de duas vias, por meio do qual os funcionários possam se expressar e contribuir para a construção do capital intelectual da empresa é essencial para que o conhecimento seja adequadamente compartilhado em todos os níveis e dimensões da companhia, contribuindo para sua eficácia ao longo do tempo.

Invista em tecnologias de suporte

Os funcionários são, sem dúvida, o ativo mais importante das empresas, pois é por meio deles que a inovação efetivamente ocorre e que o conhecimento empresarial é construído. Mas a gestão do capital intelectual não pode ser baseada apenas no feeling dos gestores, certo? Esse controle precisa de ferramentas de suporte que possam coletar dados, analisar processos, confrontar informações e, assim, gerar ainda mais valor para a empresa.

E é por isso que a adoção de sistemas de gestão empresarial contribui significativamente para que haja uma gestão do capital intelectual mais efetiva e focada em resultados, já que essa ferramenta reúne todo o conhecimento gerado pela empresa em um único local, extremamente confiável e seguro. A intenção é que dali se possa resgatar competências teóricas a qualquer momento.

Agora comente aqui e nos conte como você faz a gestão do capital intelectual na sua empresa atualmente! Já possui um suporte tecnológico que auxilie no processo? Compartilhe suas experiências conosco e participe da conversa!