Como calcular preço de venda: passo a passo

Como calcular preço de venda: passo a passo

Um dos maiores desafios para um empreendedor, principalmente no início do negócio, é saber como calcular preço de venda. Isso porque a conta leva em consideração alguns fatores, como despesas fixas, variáveis e margem de lucro, até chegar no valor final.

Quando o cálculo não é feito da forma adequada, prejuízos podem ocorrer e, às vezes, até guiar o negócio pelo caminho da falência. Neste artigo, você vai aprender como precificar produtos e serviços da forma correta. Confira! 

O que é preciso para calcular o preço de venda?

Antes de colocar os números no papel e começar a fazer as contas, é importante entender os fatores que envolvem o cálculo. Conhecer bem cada elemento é essencial para evitar erros na hora de calcular o preço de venda. Para defini-lo, considere: 

  • custo de produção, distribuição e divulgação;

  • volume de compra de acordo com o planejamento estratégico e orçamento disponível;

  • ofertas similares da concorrência;

  • análise de produtos e serviços que estarão em linha.

Este valor deve ser suficiente para cobrir todos os custos, além de ser competitivo no mercado. Para fazer o cálculo, você deve levar em conta os seguintes fatores. 

Custo direto

É o valor gasto para adquirir um produto ou serviço. Inclui, além dos custos de aquisição (revenda) ou produção, os impostos que incidem sobre ele: Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Programas de Integração Social (PIS) e Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (COFINS). 

Despesas fixas

São as despesas referentes aos custos da empresa que se repetem todos os meses, como aluguel, conta de luz, folha de pagamento, entre outros. Embora não estejam diretamente relacionados ao produto ou serviço, podem fazer parte do percentual do preço. Vale incluir custos com fornecedores e frete. 

Despesas variáveis

Também são gastos que não têm relação direta com o produto ou serviço. A diferença é que eles variam todos os meses. Entre os mais comuns, estão as comissões para os vendedores e os impostos sobre as vendas, além de embalagens e taxas do cartão de crédito, por exemplo. 

Margem de lucro

O termo é utilizado para definir a porcentagem de ganho adquirida a partir da venda de cada produto. Leva em consideração o quanto a empresa precisa para cobrir todos os custos e ainda gerar lucro. Para chegar na margem de lucro, é preciso avaliar a quantidade de venda e a demanda de cada item. 

Como calcular o preço de venda com Markup?

Com os conceitos bem definidos, é hora de colocar todos os custos na ponta do lápis para chegar ao valor final do produto/serviço. Um dos métodos mais usados para calcular o preço de venda é o Markup, que é calculado a partir do percentual das despesas fixas, variáveis e a margem de lucro. A fórmula é a seguinte: 

100/[100-(DV+DF+LP)]

  • 100 é o preço unitário total de venda em percentual;

  • DV equivale a despesas variáveis;

  • DF representa as despesas fixas;

  • LP é a margem de lucro pretendida.

Para calcular, o primeiro passo é estipular os percentuais de cada elemento da fórmula. Por exemplo: o custo direto é R$50, as despesas fixas representam 20%, enquanto as variáveis equivalem a 10% e a margem de lucro pretendida é de 15%. Na prática, ficariam assim: 

100/[100-(10+20+15)] = 1,82

Este é o valor do markup. Para calcular o preço de venda, você deve multiplicar 1,82 por R$50 (custo direto). O resultado será R$91, que é o preço ideal para chegar ao lucro desejado, além de abrir margem para negociações ou estipular limites para descontos.

Saber calcular o preço de venda de produtos e serviços é a melhor forma de projetar lucros, ganhar vantagem competitiva no mercado e fazer uma melhor gestão de ativos. Para sair na frente da concorrência, nada melhor do que contar com processos seguros e corretos a fim de garantir o sucesso das vendas. Além disso, ao ter o controle de todas as despesas para o cálculo, você pode melhorar sua precificação.

Quer saber como cuidar melhor dessa gestão financeira? Baixe o Guia Prático: Aumento dos Lucros e Redução das Despesas.

Conheça também o Cotei - a solução ideal para seu setor de compras desempenhar um papel ainda mais estratégico!