Como a tecnologia pode ajudar a produtividade no agronegócio

O agronegócio brasileiro apresenta um bom potencial de crescimento para os próximos anos. Além de o país ter uma longa extensão de terras cultiváveis, o uso de tecnologia também é crucial nesse sentido, aumentando a competitividade do setor perante o mercado internacional.

Neste texto, vamos trazer uma série de informações sobre a tecnologia como meio de aumentar a produtividade no agronegócio. Vamos também falar sobre as principais tendências do mercado e de que maneira elas atuam, tornando as operações no campo mais ágeis e eficientes. Boa leitura!

Qual a relação entre produtividade no agronegócio e tecnologia?

Independentemente do setor, a tecnologia é um meio de automatizar rotinas e aprimorar processos. Trazendo agora para a realidade do campo, significa a inserção da transformação digital em todas as etapas da cadeia produtiva, desde a escolha das sementes até a chegada do produto ao consumidor final, por exemplo.

Maior controle da produção

Produtores rurais desejam lucrar e reinvestir parte desse lucro na operação. Nesse sentido, a tecnologia auxilia na melhora da qualidade do produto final, conferindo maior agilidade e eficiência durante todas as etapas da cadeia de valor. Dessa forma, o empreendimento ganha maior credibilidade entre os consumidores, tornando as receitas mais recorrentes e previsíveis.

Redução do desperdício de insumos

Além de contribuir para a maior qualidade do produto final, a tecnologia atua na redução de desperdícios de insumos. Na prática, as compras do setor serão de acordo com as necessidades do momento, de modo a não haver mercadoria parada no estoque. Vale também salientar que equipamentos inteligentes e tecnologias de ponta proporcionam o uso mais otimizado desses insumos ao longo da cadeia produtiva.

Melhor comunicação entre os agentes envolvidos

O agronegócio vai muito além do plantio e da produção de alimentos. Existem diversos agentes ao longo da cadeia, como agrônomos, operadores e administradores, o que exige boa comunicação entre eles. A integração de sistemas é crucial nesse sentido, proporcionando clareza e agilidade à comunicação.

Quais as principais tecnologias que aumentam a produtividade no agronegócio?

Para que o produtor tenha maior eficiência no campo, é importante contar com um conjunto de tecnologias, de acordo com as suas necessidades. Vamos falar a seguir sobre as que são mais empregadas no campo e como elas impactam a produtividade do setor. Confira!

Inteligência Artificial

Os algoritmos de Inteligência Artificial são empregados para processar e cruzar os muitos dados no campo. Dessa forma, os produtores têm uma visão mais precisa da situação do campo, facilitando a execução de ajustes e melhorias contínuas. Muitas atividades são mais bem realizadas por IA do que por humanos, mas o fato é que uma não deve substituir a outra no agronegócio; ambas devem trabalhar de forma complementar.

Sistemas de gestão

Sistemas de gestão auxiliam na organização das rotinas fiscais, financeiras e contábeis no agronegócio. As informações sobre a compra de insumos agrícolas, por exemplo, são transmitidas a cada um dos módulos citados, agilizando a emissão de documentos fiscais e os demais procedimentos relacionados.

Esses softwares também auxiliam os produtores nas tomadas de decisão. Na prática, eles passam a ter uma visão mais sistêmica das operações no campo, promovendo, entre outras coisas, a otimização dos processos em toda a cadeia produtiva. Controlando rigorosamente as atividades desde o início, os softwares de gestão contribuem de modo significativo também para a logística de levar o produto até o consumidor.

Big Data

O Big Data é o volume de dados do campo que são coletados para análise e geração de relatórios. Quando o produtor adota tecnologia massivamente no agronegócio, as informações são cruzadas e transformadas em conhecimento útil ao negócio. Dito isso, o Big data pode auxiliar de diversos modos, a destacar:

- identificação de pragas;

- escolha das melhores sementes para o plantio;

- meios de aumentar a produtividade no campo sem expandir a área de plantio.

Sensores no campo

Com o auxílio de sensores, é possível, por exemplo, controlar melhor o processo de irrigação. Esses dispositivos coletam dados em tempo real, ajudando os gestores a fazer ajustes e melhorias com base em dados confiáveis e precisos. Além disso, o produtor rural tem maior autonomia, monitorando de forma remota as operações. Os sensores também fazem coleta de dados sobre o solo e condições meteorológicas, sendo úteis para que seja feita a adição de algum fertilizante que enriqueça o solo e favoreça a produtividade na terra.

Drones

Assim como os sensores, os drones são usados para coletar dados das plantações. Existem muitas informações que esses equipamentos podem detectar, como pragas e focos de incêndio. Esses drones são equipados com câmeras, capturando imagens que serão enviadas ao software para que sejam analisadas.

Existe também a possibilidade de os dados coletados pelos drones serem acessados por dispositivos móveis. Isso aumenta o teor de mobilidade da operação do campo, contribuindo para a maior rapidez no compartilhamento de informações. Dependendo do modelo, é possível ainda que o processamento dos dados ocorra ainda durante o voo.

Para melhor entender o impacto disso no campo, considere a seguinte situação: uma praga está prestes a se alastrar na plantação e o drone conseguiu identificá-la. Caso ele tenha integração em tempo real a uma plataforma, é possível que o produtor rural tome as devidas providências antes de aquela praga gerar perdas a ele.

Qual a importância dos indicadores de desempenho no agronegócio?

Como o agronegócio engloba inúmeros processos dentro e fora do campo, é crucial acompanhar e monitorar todos os indicadores. Dessa forma, o produtor fica sempre a par de tudo, o que contribui para uma gestão mais organizada e eficiente. Desde o plantio de sementes até a chegada do produto à mesa do consumidor, é possível monitorar todos os dados e tomar decisões em cima deles, eliminando gargalos e maximizando a produtividade no campo.

A produtividade no agronegócio pode ser maximizada com o auxílio de tecnologias como drones e sensores. O setor tem um enorme potencial de crescimento, sendo que a transformação digital no campo é um elemento indispensável para que o agronegócio brasileiro seja mais eficiente e competitivo perante o mercado global.

Gostou do artigo e deseja receber outros conteúdos sobre agronegócio em seu e-mail? Então assine a nossa newsletter agora mesmo!