Cimento verde: o que é e como utilizar na obra

Cimento verde: o que é e como utilizar na obra

Quem trabalha com planejamento de obras sabe que a redução de resíduos na construção civil é um desafio, que ganha como aliado o cimento verde, também chamado de cimento ecológico.

Apesar de ainda ser uma novidade no ramo da construção civil e estar em fase de testes em muitos países, incluindo o Brasil, esse recurso promete trazer vários benefícios.

Quer saber mais sobre o cimento verde? Então continue a leitura!

O que é o cimento verde?

Trata-se de um produto feito a partir de resíduos de demolição e de construção. Para que o cimento verde seja fabricado, é preciso empregar técnicas de moagem de maneira específica, desidratando a matéria-prima e processando outros elementos químicos.

O resultado dessa mistura dá origem ao chamado cimento ecológico. O nome se dá porque em sua composição são aplicados materiais reutilizados. O objetivo é diminuir a exploração de matéria-prima da natureza.

Quais são suas vantagens?

Do ponto de vista ambiental e econômico, o cimento verde traz diversas vantagens. Acompanhe!

Menor emissão de gás carbônico

As indústrias de cimento são responsáveis por emitir 7% do gás carbônico produzido no planeta na atmosfera. Ao longo dos anos, isso representa um grave prejuízo ambiental e pode comprometer a vida das próximas gerações.

É por essa razão que é tão necessário pensar em soluções que tornem possível uma redução significativa dessa questão tão importante. Logo, o cimento verde traz como vantagem a diminuição significativa do gás carbônico emitido na atmosfera, em comparação com o cimento comum.

Produção a partir de matéria reciclada

As estatísticas da construção civil revelam desperdício de matéria-prima. Como o cimento é produzido a partir de resíduos de obras, isso evita que o material de demolição seja jogado na natureza.

Isso faz com que o cimento verde seja útil para a nossa sociedade, ao mesmo tempo em que impacta menos a natureza.

Menor consumo de matéria-prima

Como os materiais da fabricação do cimento verde são reutilizados, fica evidente que existe um uso bem menor de matéria-prima para o preparo do cimento ecológico.

Dessa forma, os recursos naturais são poupados, garantindo um ambiente mais limpo e renovável.

Como e onde usar o cimento verde na obra?

Apesar de ser uma solução que promete bastante eficiência, o uso do cimento verde para a construção civil — e mesmo a sua produção em larga escala — ainda passa pela fase de testes.

Existem pesquisas bem avançadas no sentido de viabilizar a comercialização desse produto. Mas o fator segurança deve ser amplamente considerado, a fim de garantir a eficiência do produto em edificações de grande porte.

Outro fator que pode tornar inviável a comercialização do cimento verde é que ele tem um custo de produção maior que o do cimento comum.

Mas, com os avanços tecnológicos e com a própria pesquisa em torno do produto, estima-se que essas questões sejam contornadas, e em breve o produto possa estar disponível no mercado.

Diante disso, fica evidente que o cimento verde promete ser uma solução eficiente para a construção civil, contribuindo para a redução de poluentes como o gás carbônico e a redução de resíduos, colaborando para um meio ambiente mais saudável para a atual e as futuras gerações.

Se você gostou deste artigo sobre cimento verde, inscreva-se para assistir nossa live sobre Descarte consciente: como melhorar o impacto social da sua marca com um novo modelo de gestão de resíduos no canteiro de obras?