5 vantagens de implantar um ERP

Que um sistema de gestão integrada é extremamente importante para a sustentabilidade dos negócios, você certamente já sabe — afinal, estamos sempre buscando oportunidades de mostrar o quanto esta solução pode impactar positivamente os resultados da sua empresa.

Seja por meio dos nossos posts ou até mesmo da criação de uma página exclusiva sobre o tema (se você ainda não conhece, acesse agora mesmo), buscar estratégias para desenvolver sua marca no mercado é um dos segredos para o sucesso.

Mas quando o assunto é mensurar os benefícios proporcionados ao implantar um ERP, quais os pontos devem ser analisados? Como saber quais são os reais frutos da adoção desse software para minha atividade?

Para ajudá-lo a solucionar todas as dúvidas, hoje vamos falar sobre as 5 principais vantagens de implantar um sistema de gestão integrada para ajudar no dia a dia da empresa. Confira!

1. Gestão integrada e unificada

Um dos maiores ganhos trazidos pelo sistema ERP é a gestão integrada e unificada de todos os processos da empresa.

Imagine que o seu negócio, apesar de contar com diversos setores, não tem um bom desenvolvimento de integração interna: processos se tornam mais burocráticos de serem realizados, atrasando o trabalho e comprometendo a qualidade do produto final.

A ideia dessa plataforma é unificar e integrar essas áreas, melhorando a comunicação e facilitando a vida do gestor, que poderá controlar de forma mais simplificada — e em tempo real — o andamento das atividades.

Na prática, isso quer dizer que o desafio de manter todas as operações em conjunto pode ser vencido, auxiliando o crescimento da sua marca no mercado.

O administrativo não fica distante da produção, os dois não andam em desalinho com a comunicação com os clientes e é desenvolvida uma melhor harmonia interna.

Assim fica mais fácil encontrar falhas em qualquer fase dos procedimentos, garantindo a tomada de ações estratégica para corrigir todos os problemas.

2. Organização financeira

Problemas de caixa podem, muitas vezes, ser decorrentes da má gestão: a empresa está produzindo bem, vendendo bem, mas os números não batem.

Certamente existem desperdícios e alguns gargalos que precisam ser corrigidos, bem como problemas de contabilidade que acabam afetando a boa saúde do negócio.

Ao implantar um ERP é mais fácil gerenciar os gastos, despesas e investimentos da organização, garantindo uma profissionalização maior para lidar com as questões financeiras da empresa.

Cada área interna pode ser estudada individualmente — apontando o retorno sobre os investimentos específicos —, apontando o impacto de cada trabalho no desempenho geral da atividade, ou coletivamente, definindo quais são os resultados finais.

Vamos supor que o seu ganho está de acordo com as expectativas, mas ao analisar a gestão de estoque de forma isolada, você identifica que problemas com armazenamento aumentam o desperdício e, consequentemente, os gastos com a reposição.

Será possível reorganizar essa tarefa e economizar — garantindo o redirecionamento dessa economia para melhorias do setor.

O objetivo é simples: entender onde o seu dinheiro está realmente sendo investido e apontar como ele pode ser melhor utilizado. O sistema ERP pode ser um grande aliado para auxiliá-lo a fazer a organização da sua gestão financeira da melhor maneira.

3. Em dia com os impostos

A questão fiscal é um assunto que demanda bastante atenção de qualquer gestor que esteja realmente preocupado com a estabilidade do negócio.

O Brasil tem um sistema tributário complexo e não é incomum que uma empresa acabe sendo multada por se descuidar em relação a isso: muitas vezes, a falta de conhecimento técnico leva ao erro involuntário, então é importante usar ferramentas que minimizem esse problema.

Com um sistema capaz de calcular todos os tributos devidos — como alíquotas, taxas e impostos —, é mais fácil ficar em dia com o Fisco.

Assim, você terá armazenado no seu software valores atualizados conforme obrigação legal, reduzindo a chance de, por desconhecimento, estar arrecadando valores abaixo do necessário.

Fazer esses cálculos — que são parte do dia a dia de toda empresa — manualmente pode levar ao erro, mas ao implantar um ERP é possível automatizar essa tarefa.

gestão fiscal passa a ser feita de forma ágil e o tempo que os funcionários gastariam para concluir as contas de incidência de impostos poderá ser reaplicado de forma mais produtiva.

4. Redução de erros de gestão

Quando fazemos tarefas de forma manual, é inevitável que erros aconteçam. Um número a menos em uma planilha, um documento perdido, ou o esquecimento de uma tarefa importante podem pôr em risco todo o planejamento definido pela equipe.

O mesmo ocorre com a comunicação: ao requisitar um dado sobre outro setor, é possível que a informação esteja incorreta ou desatualizada e o trabalho feito em cima desse erro será em vão.

Reunindo em um mesmo sistema toda base de governança de dados, situações como essa são evitadas. Além de garantir um bom fluxo de trabalho — podendo realizar buscas de contatos, números e relatórios em um mesmo lugar —, a veracidade das informações dá mais tranquilidade para seus funcionários desempenharem suas funções da melhor maneira.

Dessa forma, práticas individuais são otimizadas, tornando a gestão geral da empresa melhor.

5. Diminuição de gastos

Quando um gestor planeja implementar uma inovação, a busca principal é praticamente unânime: melhorar processos produtivos e reduzir gastos para fazer um monitoramento financeiro cada vez melhor. Esse não é o objetivo primordial do ERP, mas é uma consequência.

Quando temos uma gestão unificada, finanças em dia, impostos corretamente classificados e erros reduzidos, é claro que os gastos diminuem. Isso acontece porque a empresa conseguirá trabalhar de acordo com o planejamento e não precisará ficar se readaptando sempre que algo sair do controle.

O desenvolvimento da cultura interna da corporação permite que haja uma melhor integração entre os funcionários, evitando retrabalhos, e profissionalizando cada vez os diferentes processos internos.

Campanhas de marketing não precisarão ser refeitas por falhas na comunicação, multas não terão que ser pagas por erros de cálculos etc. A ideia é usar a tecnologia como uma aliada para otimizar o organismo empresarial e, como resultado, reduzir os gastos com equívocos que poderiam ser evitados.

Ao adotar esses itens fica mais fácil compreender porque um sistema ERP não é apenas um capricho da modernidade, mas, sim, uma necessidade qualquer de gestão preocupada com o crescimento da empresa.

E aí, leitor, aprendeu um pouco mais sobre a importância de implantar um ERP em seu negócio? Pretende investir nisso para buscar o sucesso? Nós temos a solução ideal para você! Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudar!